Postagens

Tão somente esforça-te!!

Imagem
  “Ora, pois, esforça-te, Zorobabel, diz o Senhor, e esforça-te, Josué, filho de Jozadaque, sumo sacerdote, e esforça-te, todo o povo da terra, diz o Senhor, e trabalhai; porque eu sou convosco, diz o Senhor dos Exércitos.” Ageu 2:4. Uma verdade da qual pouco nos atentamos é o chamado de Deus a nos esforçarmos. Este chamado está presente em muitos momentos da Bíblia, desde Moisés ordenando a Josué a esforçar-se, passando por Ageu conclamando Zorobabel e Josué, indo até Yeshua prometendo a salvação a aquele que perseverar até ao fim. Em todos esses momentos vemos claramente o chamado ao esforço e à perseverança. A verdade é que ao servo de Deus nunca foi prometido um caminho fácil. Yeshua deixa isso muito claro em sua parábola ao dizer que: “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; e porque estreita é a porta, e apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem.” Mateus 7:13,14

A exigência da Graça.

Imagem
Sobre a parashá Ekev (Dt. 7:12-11:25).   No final da parashá anterior (Vaetchanán – Dt3:23-7:11) encontramos Deus alertando ao seu povo dizendo, em Dt 7:7-8, que eles não haviam sido escolhidos por serem o povo mais forte, ou mais numeroso, mas unicamente porque o Senhor os havia amado, e para cumprir o juramento que fizera aos pais: Abraão, Isaque e Jacó. Esta mensagem é reforçada agora na parashá Ekev, em Dt 9:4-5, alertando que não era pela justiça dos israelitas que eles estavam conquistando aquela terra, mas aqueles povos estavam sendo expulsos da terra por causa do pecado deles, e os israelitas a estavam conquistando por causa da promessa feita aos pais. Em ambas as passagens vamos concluir que não houve, em nenhum momento, mérito por parte de Israel para que alcançassem a promessa feita aos pais, muito pelo contrário, todo o desenvolvimento do capítulo 9 de Deuteronômio é demonstrando o demérito de Israel, diante de suas constantes rebeldias e desobediências. Assim, e

O que o Brasil precisa?

Imagem
“E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.” 2 Crônicas 7:14 Em resposta a oração de Salomão, quando da dedicação do Templo de Jerusalém, quando ele clamou a Deus que ouvisse a oração de seu povo feita naquele local, Deus estabelece o meio pelo qual o povo de Israel alcançaria a transformação de sua história. Esta promessa é sim dedicada ao povo de Israel. Deus é muito claro ao afirmar isso dizendo: “se o meu povo, que se chama pelo meu nome”. Nenhum outro povo da terra é chamado de povo de Deus, e nenhuma outra nação da terra é chamada pelo nome de Adonai. Apenas Israel é conhecido como o povo de Deus, e Deus conhecido como o Deus de Israel. Então é obvio pelo próprio texto que essa promessa foi dedicada ao povo de Israel. Mas, apesar desta promessa ser dada a Israel, nós podemos nos apoiar nela para entender o que é n

Ser discípulo de Yeshua exige coragem!

Imagem
  “ Acautelai-vos, porém, dos homens; porque eles vos entregarão aos sinédrios, e vos açoitarão nas suas sinagogas; e sereis até conduzidos à presença dos governadores, e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho a eles, e aos gentios. Mas, quando vos entregarem, não vos dê cuidado como, ou o que haveis de falar, porque naquela mesma hora vos será ministrado o que haveis de dizer. Porque não sois vós quem falará, mas o Espírito de vosso Pai é que fala em vós. E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai o filho; e os filhos se levantarão contra os pais, e os matarão. E odiados de todos sereis por causa do meu nome; mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo. ” Mateus 10:17-22   As palavras de Yeshua são atuais para todos os seus discípulos em todo o tempo. É uma mensagem atemporal, que reflete uma verdade patente e inexorável: “ ...todos os que piamente querem viver em Cristo Jesus padecerão perseguições. ” 2 Timóteo 3:12. Viver em Yeshua é uma declara

Esses são dias de Elias?

Imagem
  “E, respondendo ele, disse-lhes: Em verdade Elias virá primeiro, e todas as coisas restaurará; e, como está escrito do Filho do homem, que ele deva padecer muito e ser aviltado. Digo-vos, porém, que Elias já veio, e fizeram-lhe tudo o que quiseram, como dele está escrito.” Marcos 9:12,13. Quero chamar a sua atenção para esta fala enigmática de Yeshua a respeito da vinda de Elias. Inicialmente ele diz que “ Elias virá primeiro, e todas as coisas restaurará ”. Mas na sequência ele diz “ Digo-vos, porém, que Elias já veio, e fizeram-lhe tudo o que quiseram ”. Perceba que nessas duas frases de Yeshua sobre Elias os tempos verbais são diferentes. Na primeira ele afirma “ Elias virá ”, no futuro, para depois dizer “ Elias já veio ”, no passado. Porque Yeshua falou desta forma? E o que podemos esperar a respeito da vinda deste Elias, e do retorno do Messias? Para entendermos as palavras de Yeshua precisamos retornar aos profetas de Israel. Há duas referências à vinda do precursor do M

Nuvens sem água.

Imagem
“Estes são manchas em vossas festas de amor, banqueteando-se convosco, e apascentando-se a si mesmos sem temor; são nuvens sem água, levadas pelos ventos de uma para outra parte; são como árvores murchas, infrutíferas, duas vezes mortas, desarraigadas; ondas impetuosas do mar, que escumam as suas mesmas abominações; estrelas errantes, para os quais está eternamente reservada a negrura das trevas.” Judas 1:12,13. A carta de Judas é uma severa exortação contra os religiosos hipócritas de todos os tempos. É uma pequena carta que nos traz, com muita indignação do apóstolo, a realidade do que são os líderes religiosos que, buscando satisfazer seus próprios desejos, transtornam o verdadeiro evangelho. No entanto, a exortação de Judas não é direcionada para os falsos líderes hipócritas, pois, na concepção de Judas, estes já estão condenados. A exortação é para que os discípulos saibam identificar esses falsos líderes, e para que saiam fora de debaixo de suas influências perversas. A pri

Dia de trevas, não de luz.

Imagem
“Ai daqueles que desejam o dia do Senhor! Para que quereis vós este dia do Senhor? Será de trevas e não de luz. É como se um homem fugisse de diante do leão, e se encontrasse com ele o urso; ou como se entrando numa casa, a sua mão encostasse à parede, e fosse mordido por uma cobra. Não será, pois, o dia do Senhor trevas e não luz, e escuridão, sem que haja resplendor? Amós 5:18-20.”   Se há algo que Yeshua acusou abertamente em seu tempo foi o problema da hipocrisia. Os religiosos de seu tempo até ensinavam corretamente as Escrituras, mas as suas práticas estavam muito distantes do discurso. Em vários momentos Yeshua jogou-lhes na cara a hipocrisia religiosa, e alertou para o destino reservado aos hipócritas. “Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?” Mateus 23:33. Nos dias do profeta Amós não era muito diferente. Israel estava cometendo pecados graves. A idolatria se misturava à injustiça social. No entanto, mesmo vivendo distante dos princípios d